Search Results for: Centro Cultural e de Formação Indígena (CCFI) – Page 5

Curso Libras CCFI

Atividades realizadas no CCFI em maio e junho

O Relatório Bimensal produzido pela Fraternidade – Federação Humanitária Internacional (FFHI) traz as informações sobre as atividades realizadas no Centro Cultural e de Formação Indígena (CCFI), com sede

Dia Internacional da Juventude

Dia Internacional da Juventude

“Tenho saudades da minha família, de onde eu morava, da minha casa, e vir aqui é como recomeçar, vir para um lugar onde você não

Dia Mundial do Refugiado – 2022

Dia Mundial do Refugiado – 2022

Construindo Meios de Vida, fortalecendo Soluções Duradouras para que refugiados e migrantes tenham condições dignas para a reestruturação de suas vidas nas comunidades de acolhida

Atividades realizadas no CCFI em março e abril

A Fraternidade – Humanitária (FFHI), em parceria com a Operação Acolhida, continua trabalhando junto às populações indígenas migrantes provenientes da Venezuela e da Guiana e com comunidades

Trajetória de uma Missão

Mais de cinco anos da resposta brasileira à crise migratória venezuelana A Fraternidade – Federação Humanitária Internacional (FFHI) lançou nessa quinta-feira, às 20h, o documentário Trajetória de uma

Curso de Hidráulica

Curso de Hidráulica

O curso de hidráulica, realizado no Centro Cultural e de Formação Indígena (CCFI) em Boa Vista, Roraima / Brasil, foi desenvolvido pela Fraternidade – Humanitária (FFHI) em parceria com

Absorventes ecológicos

TIDA WARAO – Mulher Warao

Indígenas venezuelanas migrantes e refugiadas criam marca de absorventes ecológicos A Fraternidade – Federação Humanitária Internacional (FFHI) está apoiando o desenvolvimento de uma marca de absorventes ecológicos,

Vale Gás

Vale Gás

Doação e parceria de entidades junto à Fraternidade – Humanitária (FFHI) beneficiam população vulnerável em Boa Vista-Roraima Uma iniciativa da Petrobrás em parceria com a

Oficina de Mosaico

Oficina de Mosaicos

Meticulosos, persistentes e disciplinados. De pecinha em pecinha, vão dando forma e significados a objetos que são lapidados em suas mãos. E a arte emerge!